×

Publicidade

Câmara SL

Direitos Humanos: Honorato Fernandes acompanha tragédia no Mato Grosso

O vereador Honorato Fernandes(PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Luís – tem acompanhado de perto a tragédia ocorrida na localidade Mato Grosso, que culminou no assassinato do jovem Gustavo Feitosa Moroe, 18 anos, e dos adolescentes Joanderson da Silva Diniz, 17 anos e Gildean Castro Silva, 14 anos.  De forma cruel, todos foram executados com tiro na nuca, supostamente por seguranças da empresa responsável pela obra e com ajuda de policiais militares, um inclusive já foi preso na segunda feira(07), no caso o soldado da PM – Hamilton Caires Linhares, lotado na Companhia de Operações Especiais(COE).
Os corpos das vítimas foram encontrados na sexta feira(04), por moradores dentro de um matagal, próximo a uma área onde está sendo construídas residências do projeto Minha Casa, Minha Vida, naquela comunidade. Desde que tomou conhecimento do ocorrido, o vereador prestou todo o apoio necessário. Esteve no IML acompanhando a liberação dos corpos e, ainda, intercedeu junto aos órgãos municipais para liberação dos caixões, além das demais providencias necessárias para o sepultamento, que foi marcado por muita dor e comoção.
“Essa foi uma tragédia sem precedentes, e que abalou toda aquela comunidade. Na verdade fui procurado pelo família do adolescente de 17 anos, e demais moradores da região, para ajudar a todos, porque essa barbárie perpassa questões políticas. Neste momento de dor e sofrimento precisamos focar na pessoa humana, isso é a única coisa que importa”, disse o vereador. Na reunião ocorrida com a cúpula da Secretaria de Segurança, incluindo o secretário Jefferson Portela – na sede da Igreja Quadrangular, no Mato Grosso – os moradores aproveitaram para agradecer a Câmara Municipal de São Luís, na pessoa do vereador Honorato, que tem prestado o auxilio necessário desde o registro do triplo assassinato.
Na tarde desta segunda feira(07), outra reunião com a cúpula da SSP, que também contou com a participação do vereador, e representantes das famílias e moradores, foi registrada no gabinete do secretário Jefferson Portela. Na oportunidade, o secretário apresentou o resultado do trabalho que está sendo desencadeado, de forma ininterrupta, pelo Sistema de Segurança – com o propósito de elucidar o crime e prender todos os envolvidos, a fim de amenizar a dor dos familiares, que clamam por justiça.
Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.