Notas do Udes Filho

Vereador da Raposa desafia ministro Sarney Filho

COLUNA NOTAS DO UDES

O vereador da Raposa, Laurivan Uchôa (MDB), em reunião com moradores do bairro Garrancho,  na ultima sexta-feira (16), aproveitou para alfinetar o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), que esteve no dia 20 de janeiro, em Raposa, acompanhando a inauguração da Colônia de Pescadores Z-53. Na ocasião, Sarney Filho fez um discurso sobre o seguro-defeso dos pescadores artesanais.

lurivan e sarney filho

Ocorre que os moradores do Garrancho procuraram a Câmara Municipal para cobrar dos vereadores uma solução para conter a invasão das marés, às residências do bairro.  O fenômeno acontece todos os anos, por conta dos efeitos combinados da rotação da Terra com as forças gravitacionais exercidas pela Lua e pelo Sol.

O vereador Laurivan, um dos parlamnetares presentes na reunião, explicou aos populares que ao invés do ministro Sarney Filho vir à Raposa para anunciar seguro-defeso, em ano de eleição, beneficio que não necessita dele [Sarney Filho] para ser liberado aos pescadores, deveria usar de sua influência como ministro do presidente Temer, para conseguir algum recurso e ajudar a diminuir os impactos das marés cheias no bairro Garrancho, já que não deixa de ser um assunto da pasta do meio Ambiente.

“O ministro Sarney Filho deveria era ajudar a população da Raposa, do Garrancho, afinal ele tem força com o presidente da república e, ainda por cima, é vizinho do bairro, já que tem a residência da família Sarney, lá na ilha”, disse Laurivan.

Em conversa com o editor desta coluna, o vereador informou que caso o ministro não ajude a viabilizar recursos federais para ajudar a resolver o problema do Garrancho, irá protocolar, na Câmara, uma proposição pedindo a retirada do nome do ministro da Escola Municipal Unidade Integrada Sarney Filho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.