Notas do Udes Filho

Caso não comprove gastos na Festa do Pescador, Andrea Sayre terá que devolver mais de R$ 100 mil

COLUNA NOTAS DO UDES
A ex-presidente da Colônia de Pescadores – Z53, Andrea Sayre Gonçalves Coutinho [Andrea da Colônia], deverá passar por um dos momentos mais delicados desde que resolveu tomar a Colônia raposense.

Ocorre que, a Prefeitura de Raposa, comandada pela prefeita Talita Laci (PCdoB), decidiu instaurar Tomada de Contas Especial – TCE – no âmbito da administração pública direta relativa ao Convênio nº 002/2015, firmado com a Colônia de Pescadores – Z53, ainda na gestão do ex-prefeito Clodomir Oliveira dos Santos.

O objeto do convênio foi à transferência do valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), que a então presidente da Colônia recebeu para custear as despesas com a realização da festa do Pescador em 2015.

ENTENDA COMO FUNCIONA

Andrea da Colônia primeiro terá seu direito de defesa na Tomada de Contas. Caso ela não comprove as despesas, de acordo com o plano de trabalho, ela será acionada para ressarcir aos cofres públicos o valor corrigido, pelo dano causado ao erário.

O Ministério Público, também, acionará criminalmente a ex-presidente da Colônia, caso ela não comprove detalhadamente o uso do dinheiro público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.