Sociedade desabafa contra Lucas Porto no seu perfil do facebook

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Foi-se o tempo em que os espectadores acompanhavam as notícias, apenas pelos jornais e pelo noticiário da televisão, quando os comentários sobre os principais acontecimentos que marcavam o dia, a semana ou o mês, se restringiam ao circulo familiar e às rodas de amigos mais próximos. Com a chegad das redes sociais e a eveolução da internet, o compartamnneto também mudou!

O caso da publicitária Mariana Costa, filha do ex-deputado estadual Sarney Neto e sobrinha-neta do ex-presidente do Brasil, José Sarney, que morreu vítima de asfixia por estrangulamento, tendo como principal suspeito de autoria do crime o seu cunhado, o empresário Lucas Porto, mostrou que os maranhenses acompanham a tudo nas redes sociais, ávidos por novas informações e comentando ativamente cada fato novo, apresentado pela imprensa local.

Até o perfil de Lucas Porto, na rede social facebook, se transformou em mural para desabafos sobre a tragédia. Por lá, há quem tenha cautela no julgamento do suspeito, mas existem os que já o condenam de cara. Tem, até, quem especule motivações para o crime. O perfil do facebook de Laucas se transformou em um calderão repleto de dos sentimentos e opiniões mais variados sobre a tragédia.

Os comentários são feitos em fotos postadas, anteriormente, por Lucas, em momentos de afeto com a esposa, irmã de Mariana. Até o momento, não há reação nem do suspeito, nem da esposa, irmão da vítima em relação ao comentários.

Na maioria, as mensagens são de condenação, repúdio e ódio contra Lucas Porto. O crime apesar de não ter sido algo incomum no Maranhão, haja vista que existe um certa frequencia de registros de casos onde mulheres são assassinadas no Maranhão, ganhou notoriadade nacional e enorme repercussão na sociedade local, por envoilver personagens da alta sociedade do Estado, tendo como agravante o fato da vítima ser sobrinha-neta do ex-presidente do Barsil, José Sarney.

Veja:

comentarios-faceporto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.