Polícia Civil cumpre prisão preventiva e PM prende suspeito com arma de fogo na Cidade Operária

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

arma

Com o objetivo de coibir as ações criminosas na região da Cidade Operária, em São Luís, a Polícia Civil e a Polícia Militar realizaram a prisão de três pessoas por envolvimento em ações criminosas. Em uma delas foi presa, na Cidade Olímpica, a suspeita Conceição de Maria Arouche de Cardoso, 37 anos. Ela foi surpreendida pela Polícia Militar, após realizar um assalto a uma Lan House. As outras prisões se deram pelo cumprimento de mandados de prisões contra dois foragidos da Justiça. De acordo com o delegado da Cidade Olímpica há, ainda, 60 mandados de prisões para serem cumpridos na região.

Outros Mandados

O delegado titular da Cidade Olímpica, Gil Gonçalves e Silva informou que está à frente dos serviços da Polícia Judiciária, na Delegacia da Cidade Olímpica, há pouco mais de uma semana, mas já recebeu um planejamento para realização de cerca de 60 cumprimentos de mandados de prisões na região. “Recebemos a demanda de combater a criminalidade na região e a meta da equipe de policiais deste distrito policial, é cair em campo e mostrar para a comunidade, que a Polícia Civil está empenhada em dar cumprimento às ações para garantir a segurança nesta região da Cidade Olímpica e adjacências. Forneço o contato do Disque Denúncia, pelos números: 99224 8660 (WhatsApp) e o 3223 5800, para que a comunidade denuncie os criminosos, para que possamos coibir de forma enérgica, as ações criminosas”, reiterou o delegado titular da Cidade Olímpica.

Gil Gonçalves e Silva ressaltou ainda, que os dois cumprimentos de Prisões realizados neta semana foram contra Henrique dos Santos Campos, 29 anos. Ele foi preso por conta do cumprimento de mandado de prisão preventiva do ano de 2016, da 1ª Vara do Tribunal do Júri. A sua prisão deu-se pela prática de um homicídio qualificado. Ele foi preso na última segunda-feira (15). A outra prisão preventiva foi do ano de 2016 e sucedeu contra Edivan Mendes Pereira, 37 anos. A sua prisão foi procedente da Comarca de Santa Helena, por conta de um porte ilegal de arma. Ele foi preso na terça-feira (16).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.