Namorada de jovem morto pelo sogro ainda não prestou depoimento

A namorada de Davi Sousa Bugarim de Melo, de 26 anos – morto pelo sogro, o tenente-coronel reformado da PMMA Walber -, ainda não prestou depoimento à polícia. O delegado da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) George Marques deve ouvir, nas próximas horas, testemunhas do fato registrado na noite dessa quinta-feira (15).

Segundo informações registradas no Instituto Médico Legal (IML), o tenente-coronel presenciou uma briga entre sua filha e o namorado dela no bairro Parque dos Nobres. Inconformado, ele efetuou dois disparos de arma de fogo contra o jovem e fugiu. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

A filha do tenente-coronel, Ingrid Raiane Silva e Silva, ainda se dirigiu à delegacia nessa quinta, mas desmaiou e foi levada a um hospital. Ela é aguardada para prestar informações ao delegado, que deve instaurar inquérito sobre o caso.

Davi Bugarin trabalhava como músico e proprietário de uma casa de shows no Centro Histórico de São Luís.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.