Homem mata a ex-mulher a facadas na frente das filhas

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Um homem foi preso nesta terça-feira (5) em Mongaguá, no litoral sul paulista, por matar a facadas a ex-companheira na frente das filhas dos dois em Osasco, na Grande São Paulo. Segundo a polícia, Ivan Rodrigues, de 42 anos, não aceitava o fim do relacionamento com a operadora de telemarketing Simone dos Santos Batista Rodrigues, de 31, e invadiu a casa dela durante a madrugada para cometer o crime.

De acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública) do Estado de São Paulo, a Polícia Militar foi acionada por volta das 2h15 para atender a uma ocorrência de briga de casal no Jardim Mutinga, em Osasco. Quando chegaram à residência, os policiais encontraram Simone caída no banheiro com ferimentos causados por uma faca. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

Uma testemunha contou aos policiais que ouviu uma das filhas de Rodrigues e Simone gritando por socorro. O autor do crime fugiu de carro após atacar a vítima, mas familiares dela informaram que ele tinha uma casa em Mongaguá. A Polícia Civil da região conseguiu localizá-lo e prendê-lo no bairro Itaguaí. Segundo a SSP, Rodrigues não ofereceu resistência e confessou o crime.

 O caso foi registrado no 10º Distrito Policial de Osasco (Jardim Baronesa) e na Delegacia de Mongaguá como homicídio qualificado pelo feminicídio. O corpo de Simone foi encaminhado para exame necroscópico. A faca usada no crime foi apreendida e levada para perícia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.