Governo leva água para quase 200 famílias do bairro Pão de Açúcar

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

geral

“Toda a comunidade ficará muito feliz em ver água saindo das torneiras, sempre sonhei com esse dia”, disse Amélia Pereira, de 101 anos, responsável pela doação de um terreno no bairro Pão de Açúcar, na região do Anil, em São Luís, para instalação de um Sistema de Abastecimento de Água.

Com a construção do Sistema de Abastecimento, anunciada na manhã desta quarta-feira (13), o Governo do Maranhão vai beneficiar quase 200 famílias da comunidade. “Precisamos comprar água para nosso uso, porque não temos em nossas casas”, afirmou Amélia.

A obra, conduzida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), tem previsão de entrega para dezembro deste ano.

Eksandro Norberto, mais conhecido como Sandro do Anil, contou que há 12 anos a população sofre com a falta de água: “Tivemos um poço instalado que funcionou por apenas dois meses, e desde então esperamos ter água nas nossas casas”.

“Agradecemos ao governador Flávio Dino e a toda equipe da Sedes que solucionará esse antigo problema que dificulta as nossas vidas”, disse Sandro.

Durante a chegada da perfuratriz para início das obras, o titular da Sedes, Neto Evangelista, falou sobre a política de abastecimento de água do Governo aos moradores.

“Ter água de qualidade em casa é um direito dos cidadãos e o governo Flávio Dino está trabalhando para ampliar esse importante serviço público e garantir às famílias melhorias a sua saúde e qualidade de vida”, frisou Evangelista.

Sistemas simplificados
Os sistemas simplificados de abastecimento de água incluem poço artesiano, reservatório de água com estrutura de concreto, caixa d’ água, redes de distribuição principal e secundárias, além de ligações domiciliares.

O programa de sistemas simplificados da Sedes beneficia principalmente as comunidades rurais e põe fim ao sacrifício que muitos moradores enfrentavam carregando água por longas distâncias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.