Campanha “Passos que salvam” na Expoimp

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

geral

Projeto encaminha jovens com câncer, para tratamento em SP

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) está presente, com um stand, no Parque de Exposição, com o objetivo de ampliar a divulgação da campanha “Passos que salvam”, do Hospital do Câncer de Barretos. O projeto abre portas para diversas cidades do Brasil  encaminharem crianças e  jovens, de 0 a 18 anos de idade, para tratamento gratuito em um dos melhores centros de referência da América Latina.

Imperatriz aderiu ao programa em 2017 e desde então, crianças e adolescentes são atendidos naquela estrutura. Segundo a coordenadora Gisele Dias, é preciso mobilizar as pessoas em prol dessa campanha, que inclui dentre suas atividades a venda de kits (01 camiseta, 01 boné e 01squeeze) e a realização de uma caminhada no dia 26 de novembro.

“A Expoimp é uma oportunidade de mostrar a abrangência desse projeto para que as pessoas precisam conhecer e abraçar” – ressalta Gisele. Ela informa que o valor arrecadado com as vendas será utilizado para ajudar na manutenção do hospital. O kit custa R$ 35 reais e está disponível no stand.

 

O projeto – Com essa parceria, amplia-se a cobertura de tratamento para crianças e adolescentes da região tocantina, que passam a ter acesso à consultas, exames e cirurgias, com os melhores oncologistas do país. De abril a junho, seis jovens já foram encaminhados.   Imperatriz é a única cidade do Maranhão com esse acesso e uma das únicas fora das regiões Sul e Sudeste.

Para o tratamento, os interessados devem procurar o Núcleo para o Rastreamento do Câncer Infanto-juvenil que funciona na ala de Oncologia Infantil do Centro Médico Municipal – Rua Luís Domingues, Centro, anexo ao Socorrinho. O atendimento é feito de segunda a sexta.

Maria Almeida-ASCOM/PMI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.