Goleiro sérvio “empata” com CR7, e Shaqiri humilha adversário

Faltam 93 dias para a Copa do Mundo, e a ansiedade só aumenta. O que vai acontecer na Rússia? Quem vai se destacar? Quem será o grande campeão? São muitas perguntas, mas o que o povo brasileiro quer saber mesmo é se a Seleção conquistará o Hexa.

Para responder essa questão, é necessário analisar além do Brasil. Por isso, a partir de agora o GloboEsporte.com publicará toda terça-feira o “Radar da Copa”. O objetivo é mostrar como foi o fim de semana dos principais jogadores das seleções que serão nossas adversárias daqui a três meses, e também de outros não tão conhecidos que se destacarem positiva ou negativamente. A começar pela fase de grupos, claro: Suíça, Costa Rica e Sérvia. Esses três terão destaque por aqui toda vez.

Falaremos ainda dos últimos jogos das feras de grandes seleções que podem cruzar o caminho do Brasil em solo russo, como Alemanha, Argentina, Espanha, França…

Nesta matéria de estreia, destacamos principalmente dois jogadores: o goleiro sérvio Marko Dmitrovic e o meia-atacante suíço Xherdan Shaqiri. Veja a seguir o porquê.

SÉRVIA tem goleiro paredão

Marko Dmitrovic: em tese o goleiro favorito para ser titular da Sérvia na Copa é Vladimir Stojkovic, do Partizan Belgrado. Mas a concorrência é pesada, pelo menos se usarmos como base a atuação de Marko Dmitrovic no último sábado. Titular do Eibar, ele não impediu a derrota por 2 a 1 pelo Campeonato Espanhol, mas não teve culpa nos dois gols de Cristiano Ronaldo. E mais: fez duas defesaças que não deixaram o craque português sair de campo com quatro gols marcados. No duelo particular entre os dois, ficou 2 a 2.

Kolarov: o zagueiro/lateral-esquerdo foi titular na vitória da Roma por 3 sobre o Torino, pelo Campeonato Italiano.

Matic: o volante foi titular na vitória do Manchester United por 2 a 1 sobre o Liverpool, pelo Inglês. Mas sem grande destaque, assim como Kolarov.

Ivanovic: aos 34 anos, o defensor ex-Chelsea é titular absoluto do Zenit e esteve no empate por 0 a 0 com o Rostov. O time, por sua vez, não vive momento muito bom.

Milinkovic-Savic: o meia deu assistência para Felipe Anderson no empate por 2 a 2 com o Dinamo de Kiev, pela Liga Europa, na última quinta. No fim de semana, só entrou no segundo tempo contra o Cagliari pelo Italiano, em novo empate por 2 a 2.

Mitrovic: o atacante fez os dois gols da vitória do Fulham por 2 a 1 sobre o Preston North End, pela segunda divisão inglesa. O gol da vitória foi marcado nos acréscimos do segundo tempo.

SUÍÇA e a caneta de Shaqiri

Shaqiri: encarar o poderoso líder Manchester City foi tarefa complicada para o Stoke City. Shaqiri teve atuação discreta na derrota por 2 a 0 em casa, mas protagonizou um lance espetacular. Ao receber a bola na ponta direita, ele foi para cima do lateral Zinchenko e aplicou linda caneta em momento de pura qualidade – à la Brasil, muitos diriam. O suíço, por sinal, é o artilheiro e principal jogador do Stoke na temporada.

Ricardo Rodríguez: titular desse novo Milan, o lateral-esquerdo ajudou o time a conseguir mais uma vitória: 1 a 0 sobre o Genoa fora de casa, pelo Italiano.

Xhaka: o meio-campista participou da boa vitória do Arsenal por 3 a 0 sobre o Watford, em casa, pelo Inglês. É titular absoluto do time e quem mais atuou na temporada. Um pilar no meio-campo dos Gunners e homem de confiança de Arsene Wenger.

Seferovic: o atacante, que costuma ser titular da Suíça, é reserva do Benfica e não vive bom momento. Entrou nos minutos finais para substituir Jonas, autor do primeiro gol, na vitória por 2 a 0 sobre o Desportivo Alves.

COSTA RICA sob a constância de Bryan Ruiz

Bryan Ruiz: participou dos 90 minutos da vitória apertada do Sporting sobre o Chaves por 2 a 1, pelo Português. Também foi importante no triunfo de quinta sobre o Viktoria Plzen por 2 a 0, pelas oitavas da Liga Europa. Tanto no clube quanto na seleção, o meia-atacante é líder e titular absoluto.

Joel Campbell: com o joelho machucado, o atacante vem se tratando para voltar ao Betis. Na Costa Rica, veem com apreensão a possibilidade de ele chegar sem ritmo, pois quase não há concorrência na posição.

UTROS: Dybala voando e Islândia em apuros

Argentina: Agüero está com dores no joelho esquerdo e deve ficar fora dos amistosos com Itália e Espanha neste mês – desfalca o Manchester City por duas semanas. Lautaro Martinez, revelação de 20 anos do Racing, foi convocado para seu lugar. Fora da última lista, Dybala voou mais uma vez pela Juventus e decidiu a vitória sobre a Udinese com dois gols – 2 a 0 -, ajudando a Velha Senhora a tomar a liderança do Napoli no Italiano. Higuaín, que deu uma bela assistência no segundo gol, perdeu um pênalti. Já Messi não jogou pelo Barça porque foi liberado para acompanhar o nascimento do terceiro filho.

Fonte:r7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.