Após confusão com Felipe Melo, Cuca chegou a pedir demissão do comando do Palmeiras

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

O técnico Cuca revelou nesta sexta-feira (11) ter pedido demissão do Palmeiras, após o caso envolvendo Felipe Melo e a eliminação nas quartas de final para o Cruzeiro, pela Copa do Brasil.

“(Após o jogo contra o Cruzeiro) eu falei: ‘se vocês acharem que é melhor a minha saída, eu entendo’. Mas disseram que não, então foi uma decisão da diretoria, não minha, e foi a única vez que aconteceu. Eu cumpro meus contratos, vou até o final do Campeonato Brasileiro. Tenho contrato até o final do ano. Lógico que eu não sou o dono, como eu falei, quem tem que avaliar o trabalho do treinador é a diretoria, não sou eu quem me garanto no emprego. Agora, eu não sou de largar porque perdeu”, afirmou o treinador.

Nesta semana chegou a surgir rumores de que ele deixaria o comando após ser eliminado pelo Barcelona-EQU, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Apesar disso, não existe a menor possibilidade de Cuca deixar o Palmeiras. Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras, e Alexandre Mattos, diretor de futebol, bancaram a permanência do comandante que ainda deixou clara a intenção de permanecer.

“Eu confio nesses caras, nos meus jogadores. Estou orgulhoso deles, como eu falei depois do jogo de quarta-feira (contra o Barcelona de Guaiaquil, pela Copa Libertadores), da luta, do empenho. Estou triste e aborrecido pelas eliminações. Podíamos ter ido além? Muito. Agora, pedir demissão? Jamais. Vou até o fim, estou preparado para tirar o máximo de cada jogador. Estou mobilizado junto com eles, adoro todos. Estamos juntos até o fim do Brasileiro, e vamos classificar para a Libertadores”, concluiu.

Para voltar a sorrir na temporada de 2017, o Verdão viajará até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O palco do confronto será o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no domingo (13), às 16h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *

Para comentar através do Facebook é preciso estar logado. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.