Rosário quer proibir entrada de lixo de outra cidade

Posted on mai 16 2013 - 5:55pm by Redacao

A Câmara Municipal de Rosário aprovou, na sessão plenária da última segunda-feira (6), em primeira e segunda votação, o projeto de lei do vereador Pedro Filho (PSB) que proíbe a abertura de depósitos de resíduos sólidos, domiciliares, químicos, abatedouros frigoríficos, tóxicos, radioativos e hospitalares oriundos dos municípios que integram a Região Metropolitana de São Luís.

Segundo o autor da proposta, a medida visa tentar impedir que a empresa URCD Ilha Grande Comércio Serviços e Construções LTDA (CNPJ Nº 10.590.725/000\1-30), responsável pelo projeto de implantação do Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos em Rosário (CTR), passe a receber o lixo da Grande São Luís. “Não podemos permitir que nosso Município se torne um depósito de resíduos que não são produzidos pelos rosarienses”, afirmou o parlamentar.

O projeto que entrou em pauta como objeto de deliberação, foi aprovado por unanimidade. A votação final ocorrerá na próxima segunda-feira (17), e caso seja mantida a votação, o projeto segue para sanção da prefeita Irlahi Linhares (PMDB). “É uma questão cultural, precisamos ter consciência de que cada município deve dar a destinação ecológica e sustentável para seu próprio lixo”, ressaltou Pedrosa.

SÃO LUÍS NÃO TEM OPÇÃO – Na semana passada durante audiência pública na Câmara de São Luís, o ex-secretário de Serviços e Obras Municipais (Semosp), Carlos Rogério Araújo, que na ocasião representou o secretário José Silveira de Souza, disse que o aterro da Ribeira, maior lixão exposto da capital maranhense, para onde é levada a maior parte do lixo produzido pela população da cidade, já tem prazo para fechamento, em 2014. “A medida é emergencial e não há alternativa”, declarou.

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) informou, por meio de nota, que o Aterro da Ribeira, depois da instalação da nova unidade de tratamento de lixo em Rosário, vai se tornar um espaço de compostagem de resíduos sólidos. Tal intenção vem sendo questionada pelos vereadores rosarienses.

“Nós somos contra essa proposta porque estamos com medo de contaminar com a nossa água com esses resíduos. Além disso, se o lixo de São Luís vier pra cá, quem garante que o lixo de outras cidades também não vai ser trazido para cá?”, afirma o vereador Sandro Marinho (PSD), que também apresentou Projeto de Emenda a Lei Orgânica N° 01/2013, que proíbe o transporte intermunicipal de lixo (resíduos) para Rosário, ou seja, lixo proveniente de outros municípios.

Leave A Response